Um Texto Para Orientação dos Cristãos Brasileiros

Faço deste texto adaptado do pastor Reinaldo Ribeiro as minhas palavras.


O meu coração está no Brasil, mas a minha fé está na Bíblia. Pois o momento em que vivemos é crítico e definitivo.

Erram os que pensam que os nossos problemas se resumem ao grande colapso econômico e social que massacra esta nação. Este é apenas o diagnóstico do sintoma e não da real enfermidade. Pois a maior doença desta nação é espiritual.

Como cristão e como cidadão que ama esta pátria me sinto no papel cívico e profético de ser relevante na minha história, de ser radical na luta pela preservação de valores, como a ética, a família, o temor a Deus e a moral.

Não me constranjo a ir além do exercício responsável que meu cajado pastoral me confere na comunidade cristã, pois entendo que esta missão também abrange as urnas e me faz personagem de uma tomada de posição que já não pode ser protelada.

Sou contra a ideologia de gênero, contra a legalização do aborto, contra o socialismo e sua ditadura branca que ajoelhou o Brasil por quase quatro mandados consecutivos com suas esmolas pseudo sociais.

Sou contra a continuidade de um modelo político fundado e regido por uma elite voraz, que apenas troca nomes, mas nunca perde o poder.

Sou contra toda agenda LGBT e seu flagrante projeto de destruição da influência cristã na configuração familiar.
Sou contra os braços trêmulos e covardes que não erguem a dura espada da justiça para eliminar a covardia e o senso de impunidade dos perversos.

Sou contra o teatro dos primos e irmãos sedentos pelo poder, que agora se agridem em rede nacional, mas que por trás das cortinas coabitam sob os mesmos atos de corrupção.

Não há messianismo político que livre o Brasil do caos, não há homem ou mulher que traga paz a este país sem a direção e a graça de Deus no comando de seus atos.

O Brasil precisa de Jesus Cristo, e quem ama e serve a Jesus Cristo não coopera e não apoia qualquer discurso ou qualquer candidatura que afronte os valores do reino de Deus.

Todavia, não pode morar somente em nossas orações; não pode ecoar apenas em nossas retóricas por trás dos púlpitos. 

Essa bandeira precisa amar o Brasil de um modo prático e patriótico, na coragem do público posicionamento e na forma do voto decente.

Eu não voto firmado no homem, mas racionalizo minha decisão na proposta que fala o que eu falaria.

Sendo assim, e pelo exposto acima digo que visto a camisa Verde Amarela do Brasil acima de tudo e Deus acima de todos! (Pr. Reinaldo Ribeiro)

Não é questão de posição política, pois o Mito não é o melhor para a função, mas não temos outro ficha limpa; 

Não está sendo investigado pela Lava Jato, pois os demais se corromperam e são investigados, portanto, para o momento não há outra opção é já ir ou já era.

#Elesim, #Comomeuvotonao, #Bolsonaro17 #Soumarketeirodojair,













PORQUE NÃO CONSEGUEM DERRUBAR BOLSONARO?





VEJA A PERGUNTA E RESPOSTA DO JORNALISTA.




VEJA ESTE VÍDEO, POIS FALA DO PERIGO DE CONTINUARMOS COM GOVERNOS DE ESQUERDA.



VEJA OS VÍDEOS LISTADOS ABAIXO E TIRE SUAS CONCLUSÕES,

Depois pense se é este o BRASIL que você pretende deixar para seus filhos e netos.

Sobre o programa de governo do PT - https://youtu.be/zJNTdpxmppQ

Lula sendo entrevistado nos anos 90 - https://youtu.be/I1RWNfgyQBE 

Dra. Damares fala de Ideologia de gênero - https://youtu.be/KoRT5cU57cQ

Meu candidato

ARTIGOS RELACIONADOS, Clique e assista!



SE VC APÓIA O MITO ROLE PRA BAIXO E COMPARTILHE ESTE ARTIGO.

OBRIGADO!

AGRADECIMENTOS

SALMO 116

1. “Amo o SENHOR, porque ele ouve a minha voz e as minhas súplicas.
2. Porque inclinou para mim o seu ouvido, invocá-lo-ei enquanto viver. 

5. Compassivo e justo é o SENHOR; o nosso Deus é misericordioso. 

8. Pois livraste da morte a minha alma, das lágrimas, os meus olhos, da queda, os meus pés. 

12. Que darei ao SENHOR por todos os seus benefícios para comigo? 

13. Tomarei o cálice da salvação e invocarei o nome do SENHOR. 

14. Cumprirei os meus votos ao SENHOR, na presença de todo o seu povo. 

17. Oferecer-te-ei sacrifícios de ações de graças e invocarei o nome do SENHOR. 

18. Cumprirei os meus votos ao SENHOR, na presença de todo o seu povo, 

19. nos átrios da Casa do SENHOR, no meio de ti, ó Jerusalém. .......!” 


Obs.: O salmo completo está no final deste artigo. Aqui estão apenas os versículos usados na confecção deste sermão.


Os benefícios recebidos de Deus leva o salmista a tomar o cálice da salvação.

 

Mas, o que significa tomar o cálice da salvação?

 

Quando estamos passando por crises na vida parece que o mundo ao nosso redor perde o sentido, os amigos somem, o telefone não toca mais, e quando toca é cobrança, o dinheiro desaparece, nos sentimos só, como se estivéssemos caído no fundo de um longo buraco sem possibilidade de salvamento. 

Mas, quando nos lembramos que existe um Deus que ouve em todo o lugar, oramos e somos atendidos, isto é maravilhoso, não é? Jubilamos de alegria, isto nos joga para cima, nos enche de entusiasmo, nos faz sentirmos vencedores. 

Após tudo isto, surge uma vontade imensa de poder retribuir, é uma forma de agradecimento, mas como fazer isto, e é com esta pergunta que vamos para o texto bíblico: Salmo, 116, vers. 12 citado abaixo: 

O salmista pergunta no vers. 12: “Que darei eu ao Senhor por todos os benefícios que me tem feito?” E, responde no vers. 13 “Tomarei o cálice da salvação,....” o que significa isto? 

I . Significa: Reconhecer que há um único Deus que nos ouve, conforme o vers. 1 do Salmo.

 

Salmo 116, vers. 1 nos diz: “Amo o SENHOR, porque ele ouve a minha voz e as minhas súplicas.” 


O cristianismo, hoje, só reconhece que há um Deus, e que Ele ouve e responde as orações, mas na época do salmista havia muitos deuses sendo cultuados, mas ele ratifica a sua fé em favor do Deus verdadeiro, o Deus único, que criou todas as cousas e as sustenta com o seu poder. 


Ele nos ouve porque é Deus justo e piedoso; vers. 5 nos diz: “Compassivo e justo é o SENHOR; o nosso Deus é misericordioso.” Aqui o salmista reconhece que Deus é compassivo, justo e misericordioso, pois não nos trata como deveríamos ser tratados, pois somos filhos desobedientes, procuramos fazer a nossa vontade, ao contrário de fazer a vontade divina. 


A misericórdia d’Ele é a causa de não sermos consumidos. Deus nos ouve porque nos ama, Ev. S. João, cap. 3, vers.16 nos diz: “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.”

 

Deus nos ama, e nos provou isto enviando Jesus para morrer em nosso lugar, pois quem pecou foi Adão, ou seja, o nosso ancestral, portanto, sendo nós herdeiros de ADÃO, logo quem deveria morrer era eu e você, e não Ele, mas como prova de amor, o filho de Deus morreu em nosso lugar. E por isto, Ele inclina-se para nos ouvir. 


O Salmo 116, vers. 2 nos diz que Deus inclina-se para ouvir o salmista, e isto Ele o faz por amor ao homem que Ele criou. Mas, o salmista continua dizendo: “Que darei eu ao Senhor por todos os benefícios que me tem feito?”.

 

Significa ainda


II . Reconhecer que todos pecaram;


Conforme nos informa Romanos, 3:23; 5:12; e Salmos. 116 vers. 8, que nos diz: “livrou a alma da morte, pois ele estava morto em pecados. Romanos, cap. 3, vers. 23 nos diz: “porque todos pecaram e necessitam da glória de Deus, e Romanos cap. 5, vers, 12 nos diz: “Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens, visto que todos pecaram;”


Quando Adão pecou, automaticamente todos os seus descendentes pecaram, (pois herdaram suas características pecaminosas), e como o salário do pecado é a morte, conforme nos afirma Romanos, cap. 6, vers. 23, citado acima, todos nós fomos colocados na condição de mortos diante de Deus, o que significa que fomos separados da comunhão com Deus, e isto é morte espiritual, a saber, separação total de Deus.


E, para voltarmos a ter comunhão com o Pai do céu foi necessário a morte de Jesus em nosso lugar. E para que possamos voltar a ter comunhão com Deus é necessário o arrependimento de pecados.

 

No entanto, todos precisam de arrependimento, conforme nos informa a Bíblia em: II Pedro, cap. 3, vers. 9 “.....mas ele é longânimo para convosco, não querendo que alguns pereçam, mas que todos venham ao arrependimento”. E, Mateus, cap. 4, vers.17 nos diz: “Desde esse tempo começou Jesus a pregar e a dizer: Arrependei-vos,.....” ; e no cap. 3, vers. 2 nos diz: “Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus”; e ainda em Atos, cap. 2, vers. 38 nos diz: “Respondeu-lhes Pedro: Arrependei-vos,....”, e cap. 3, vers. 19 “Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados”. 


Resumindo, todos precisam de arrependimento, todos precisam do Sr. Jesus Cristo, pois é ELE que nos une a Deus, e nos coloca na condição de filhos de Deus conforme nos informa a Bíblia no evangelho do apóstolo S. João, cap.1, ver. 12 “Mas a todos os que o receberam, ....., deu, (Ele), o direito de se tornarem filhos de Deus:”, e em Efésios cap. 2, vers. 8, e 9 nos diz: “Pois pela graça é que sois salvos mediante a fé;.....” (9) “não de obras, para que ninguém se glorie.” Neste último versículo o apóstolo S. Paulo nos diz que a salvação não é por merecimento, mas por favor divino, sem que a merecêssemos, e isto para ninguém gloriar-se. 


No entanto, é necessário reconhecermos a necessidade de arrependimento de pecados, e a aceitação do que Deus nos fez através de seu filho Jesus Cristo. No Salmo 116, vers. 2, o salmista reconheceu isto na atitude divina de inclinar os ouvidos à oração dele. “Porque inclinou para mim o seu ouvido, Invocá-lo-ei enquanto viver.”, disse o salmista.

 

E, o salmista continua dizendo: “Que darei eu ao Senhor por todos os benefícios que me tem feito?”. 


Significa ainda: 


III . Reconhecer a necessidade de invocá-lo, Salmo 116, vers.13b. 


Salmo 116, vers. 13b. “invocarei o nome do SENHOR.” Aqui o salmista reconheceu a necessidade de invocar o nome de Deus, e isto devido ter reconhecido que foi abençoado com a vida, saúde, suprimentos, salvação, e etc.. 


E, isto ele o fez: 


a) Mantendo comunhão com o Pai: orando, lendo, etc., isto é, conforme encontramos Jesus comunicando-se com o Pai em João, cap. 17, vers. 17 “Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade, ou seja, através da oração, pois aqui Jesus estava orando; orientação esta também enfatizada pelo apóstolo S. Paulo em I Tessalonissenses, cap. 5, vers. 17 “Orai sem cessar”. 


b) Todo filho tem a obrigação de se comunicar com o pai, e assim, devemos nos conscientizarmos de que se nos julgamos filhos de Deus é nossa obrigação dia após dia lembrarmos d’Ele, buscando-o através da oração, dos louvores, ou lendo a Palavra d’Ele, a Bíblia. 


Ainda o fez: 


c) Apresentando-se no templo, conforme nos informa o Salmo 116, vers.19 “nos átrios da Casa do SENHOR, no meio de ti, ó Jerusalém....”; No Novo Testamento encontramos o mesmo conceito em Romanos, cap. 12, vers. 1 “Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos como um sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional;”. 


O salmista havia reconhecido a necessidade de apresentar-se diante de Deus, e isto ele iria fazer no templo, local de prestar culto e adoração a Deus, conceito este que também é enfatizado pelo apóstolo S. Paulo no Novo Testamento, conforme citado acima. 


Ou simplesmente: 


d) Oferecendo sacrifícios de louvores, conforme o Salmo 116, vers. 17a “Oferecer-te-ei sacrifícios de ações de graças ....” e, Efésios, cap. 5, vers. 19 “falando entre vós com salmos, entoando e louvando de coração ao Senhor com hinos e cânticos espirituais”; e ainda em Colossenses, 3, vers. 16b “.....louvando a Deus, com salmos, e hinos, e cânticos espirituais, com gratidão, em vosso coração. 


O salmista vê o ir ao templo para prestar um culto a Deus como um sacrifício vivo, ou seja, uma obrigação do cristão para com o criador, ao qual devemos lhe tudo o que somos, o que temos, e o que seremos na eternidade. 


E ainda: 


e) Pagando votos: dízimos, ofertas, etc., apesar de encontrarmos isto mencionado no Antigo Testamento, em Levíticos, cap. 27, vers. 30 “Também todas as dízimas da terra, tanto dos cereais do campo como dos frutos das árvores, são do SENHOR; santas são ao SENHOR.”; e em Provérbios, cap. 3, vers. 9 e 10 “e se encherão fartamente os teus celeiros, e transbordarão de vinho os teus lagares.” e no Salmo 116, vers.14 “Cumprirei os meus votos ao SENHOR, na presença de todo o seu povo”. 


O salmista havia feito o voto de ir a Casa de Deus, o Templo em Jerusalém, para pagar o voto que havia feito, e aqui o encontramos cumprindo o seu voto. Temos a convicção de que Deus que nos dá o sustento, bem como saúde para ganhá-lo, no entanto, Ele é digno de uma parte do que ganhamos para o sustento do trabalho d’Ele aqui na Terra, a saber, na evangelização dos povos, no sustento de missionários em países onde Ele não é cultuado, bem como para o sustento de sacerdotes, pastores e mestres que trabalham cuidando do rebanho do Senhor. 


E, isto o salmista reconheceu cumprindo com os votos que havia prometido a Deus, e o fez no Templo, lugar de culto ao Deus do céu, coisa que fazemos hoje nos cultos nos lares, igrejas cristãs e pseudocristã espalhadas pelo planeta.

 

Conclusão: 

 O salmista estava passando por momentos difíceis e Deus o livrou dando-lhe vitórias, e diante disto, como agradecimento promete tomar o cálice da salvação, o que significa reconhecê-lo como único Deus, você já fez isto? 

Significa ainda reconhecer que Ele é Santo e nós pecadores, portanto, precisamos de arrependimento de pecados, precisamos reconhecê-Lo como salvador de nossas almas, você já fez isto? 

Significa reconhecer que dependemos d’Ele, e de invocá-Lo dia após dia com orações, estudando a palavra, Bíblia, reunindo-se, e oferecendo-se como sacrifício ao Senhor com hinos, salmos, e louvores. Você já faz isto? 

Significa ainda reconhecer que a Ele pertence tudo, e neste tudo está incluído eu e você, no entanto, devemos pagar os votos que LHE fazemos, devemos ainda ajudar a obra de Deus com dinheiro, e serviços voluntários para manter obras evangelísticas, missionárias, assistenciais, e, ou educativas em nossa sociedade. Se você ainda não fez isto, mas reconhece que Jesus Cristo é o Deus que se fez homem e habitou entre os homens, e que é pecador, e precisa do sacrifício realizado na cruz por Ele em seu favor, aproveite esta oportunidade, confesse seus pecados a Jesus, e receba-O hoje em sua vida como forma de agradecimento por tudo que Ele tem feito, e fará por você aqui na Terra.

Diga: Deus eterno, eu creio que o Senhor enviou Jesus como um presente para me salvar, reconheço que sou pecador, peço que perdoe os meus pecados, e me receba como seu filho, escreve o meu nome no livro da vida do cordeiro, e ajuda-me a obedecer a tua Palavra, em o nome de Jesus Cristo. Amém! 


Para o sua meditação vou deixar um belo hino da harpa cristã abaixo:


LEIA A BÍBLIA. 


Te aguardo no próximo artigo. 


Pr. Hilário Filho. 


Cristianismo e Marketing 


Receba atualizações e dicas simples e grátis sobre os assuntos do blog inscrevendo-se >>>Aqui<< 


Quer Saber Tudo Sobre Dízimos? 

Baixe E-book Grátis Clicando >>>AQUI<<<


Curta Minhas Páginas do facebook: 


Página Cristianismo e Marketing 


Página – Trabalhe em Casa


REDES SOCIAIS:


TWITTER:


FACEBOOK: 


GOOGLE:  


Linkedin 


Instagran 


Para sua meditação ouça este lindo Louvor


 


Se Deus é por nós, quem será contra nós! 


Jesus nos ama! 


Salmo 116 - vers. 1 a 19 

1. “Amo o SENHOR, porque ele ouve a minha voz e as minhas súplicas. 2. Porque inclinou para mim o seu ouvido, invocá-lo-ei enquanto viver. 3. Laços de morte me cercaram, e angústias do inferno se apoderaram de mim; caí em tribulação e tristeza. 

4. Então, invoquei o nome do SENHOR: ó SENHOR, livra-me a alma. 

5. Compassivo e justo é o SENHOR; o nosso Deus é misericordioso. 

6. O SENHOR vela pelos simples; achava-me prostrado, e ele me salvou. 

7. Volta, minha alma, ao teu sossego, pois o SENHOR tem sido generoso para contigo. 

8. Pois livraste da morte a minha alma, das lágrimas, os meus olhos, da queda, os meus pés. 

9. Andarei na presença do SENHOR, na terra dos viventes. 

10. Creio, por isso devo falar; Eu estive sobremaneira aflito. 

11. Eu disse na minha perturbação: todo homem é mentiroso. 

12. Que darei ao SENHOR por todos os seus benefícios para comigo? 

13. Tomarei o cálice da salvação e invocarei o nome do SENHOR. 

14. Cumprirei os meus votos ao SENHOR, na presença de todo o seu povo. 

15. Preciosa é aos olhos do SENHOR a morte dos seus santos. 

16. SENHOR, deveras sou teu servo, teu servo, filho da tua serva; quebraste as minhas cadeias. 

17. Oferecer-te-ei sacrifícios de ações de graças e invocarei o nome do SENHOR. 

18. Cumprirei os meus votos ao SENHOR, na presença de todo o seu povo, 

19. nos átrios da Casa do SENHOR, no meio de ti, ó Jerusalém. .......!”